Category: tecnologia


 

Segundo dados da EMBRATUR, um dos destinos turísticos no exterior mais procurado por turistas brasileiros é a capital portenha Buenos Aires. Dependendo de onde se resida no Brasil, visitar a cidade é mais barato e prático que muitos outros importantes destinos nacionais.

Para quem deseja conhecer a rica cultura argentina não faltam opções: são diversos museus e centros culturais, cafés, restaurantes, apresentações de tango etc. A cidade possui ainda locais emblemáticos como a região do Obelisco. Sem dúvida esta é uma das regiões com maior fluxo de pedestres e veículos do país, e, como não poderia ser diferente, os anseios públicos e privados prezam a existência de diferenciais na região para chamar a atenção dos turistas. Um exemplo desses diferenciais é a instalação de palco para shows variados aos finais de semana, outro, é a existência de grande quantidade de painéis publicitários na região, em especial as pantallas electronicas. A empresa Atacama possui dois painéis desse tipo em frente ao Obelisco, um de 90 m² e outro de 60 m², ambas no lado ímpar da avenida. Do mesmo lado da rua existe um painel com cerca de 66 m² que transmite publicidade e informações sobre o mercado financeiro. Além destes três painéis, em junho de 2010 a Coca-Cola argentina instalou na face de quase todo o prédio da Av. Carlos Pellegrini com a Diagonal Norte uma “televisão gigante” com aproximadamente 570 m² divididos em duas faces (uma de 21 x 21 m e outra de 6 x 21 m). Segundo informações dos jornais locais, o governo local não só autorizou a instalação como classificou a iniciativa como primeiro passo para criar na região uma espécie de “Times Square Sul-americana”. O investimento da Coca-Cola foi de aproximadamente US$ 7 milhões.

Contudo, por conta de denúncia de deputados que alegaram que a grande luminosidade do painel ocasionaria riscos na segurança viária e que o corpo de bombeiros havia verificado problemas de segurança o painel foi desligado dias após sua inauguração.

Durante os anos de 2011 e 2012 um imbróglio processual se seguiu. Após grande disputa, o painel da Coca-Cola foi ligado em junho de 2012 e o que vemos a partir do Hotel Republica é um verdadeiro show de cores e imagens.

Segundo depoimento de um dos mais antigos empresários de mídia exterior, Valentim Germano Sola, São Paulo também teve sua “Times Square” no Vale do Anhangabaú, sobretudo nos anos 50 e 60: “Você ia lá a noite para passear, para ver a publicidade”. Essa região, que é ícone no processo de verticalização da cidade, apresentava grande quantidade de painéis em neon nos topos dos prédios.

Como se percebe, o ideário do “Times Square” é coisa antiga: Transmite a sensação de qualificação e curiosidade.  Ao mesmo tempo vale ressaltar que a mídia exterior gera sentimentos e simbologias, daí decorre a responsabilidade de se imprimir na paisagem elementos que colaborem com a estética, história e cultura dos lugares.

"Times Square Paulistana"

“Times Square Paulistana” anos 50 – Vale do Anhangabaú

Sérgio Rizo, sócio da RS Projetos é geógrafo, Mestre em Ciências para integração da América Latina (USP) e professor universitário. Escreveu o livro “A mídia exterior na cidade de São Paulo” (Necrópolis, 2008).

Interessante o trabalho fotográfico do casal argentino Torres Quinteros e María Inés que nesta mostra apresenta duas sequencias de fotos, uma da Região Noroeste da Argentina, conhecida como NOA, e outra da cidade de Salvador e interior do Estado da Bahia.

Além do trabalho artístico, a Agência NOVA RS inovou ao utilizar proposta etiquetas com QR Code.  Esse tipo de tecnologia permite que com um celular e um programa de leitura próprio, o visitante possa acessar conteúdos específicos em seu celular sobre as obras que vislumbra.

 

Etiquetas QR Code

A exposição que ficará aberta ao público até 05 de novembro conta também com um profissional arte-educador para apoiar o público e receber grupos. Mauro Ávila promove circuitos específicos e atividades de interação para quem se interessar em ter uma experiência alternativa.

Como já foi tratado em matéria anterior, Carlos Gùzman Heredia que como fotógrafo adota o pseudônimo de Torres Quinteros é o jornalista responsável do jornal eletrônico Circuito Uno (Circuitouno.com) e colaborador do portal brasileiro eagora (eagora.com.br), apoiou o projeto de mapeamento da Mídia Exterior Na América do Sul, realizado em fevereiro e março deste ano pelo colaborador do SEPEX-SP Sérgio Rizo. A contrapartida desse apoio veio agora com a montagem da exposição e suporte na estadia de Carlos e sua esposa María Inés.

 Exposição Fotográfica de 06/10 a 05/11

Entrada Franca

Biblioteca do Memorial da América Latina

María Inés Martínez e Enrique Torres Quinteros (Argentina)

http://entornosmagicos.wordpress.com

O estacionar do futuro

O estacionar do futuro

Certamente você já deve ter percebido que estacionar o carro na rua não é lá uma tarefa das mais fáceis, isso quando há vagas disponíveis. E quando você finalmente acha aquela vaga que parece perfeita surge o problema da Zona Azul, como achar aquele bendito talão só para poder parar alguns minutos o carro?

Bom, lá fora o problema já parece ter uma solução das mais criativas. Continue lendo

Feito para quebrar

Feito pra quebrarQuando foi a última vez que você trocou de celular?

Quando vai trocar de novo?

Você já sabe qual o próximo modelo de celular que pretende comprar?

Podem parecer perguntas sem sentido, mas as respostas que você deu a elas indicam o que nós já sabemos há um tempo Continue lendo

Dando vida ao museu

Fala pessoal.

Abrindo esse espaço…vou falar um pouco de tecnologia e ações criativas e inovadoras que acabam nos influenciando de uma forma muito bacana.

QR CodePra começar, o QR Code. Esse código de barras anabolizado e que vem ganhando muito espaço lá fora em ações de marketing e que por aqui já vem dando sinais de que veio para ficar…

Não é de hoje que ir ao museu deixou de ser uma das melhores coisas para se fazer nas horas vagas, e com a chegada das tecnologias e acesso fácil a informações fica ainda mais difícil convencer as pessoas a saírem de suas casas para conhecer um pouco de história.

Foi pensando nisso que a agência Leo Burnet da Polônia criou uma ação para chamar atenção dos jovens e tornar o museu mais vivo. A ação rolou no museu Sukiennice e tinha a intenção de fazer as pessoas irem muito além das obras postas na parede.

Com o uso de QR Codes, realidade aumentada e Outdoors espalhados pela cidade, as pessoas se conectavam as obras, além de serem convidadas a interagir com elas.

Uma ideia muito simples e legal.

O resultado? Deixo para vocês descobrirem no vídeo abaixo e comentarem depois…

@fabionader

Um painel instalado em Nova York para a Jell-O Pudding (uma espécie de gelatina cremosa, pronta para comer) alinha-se à campanha nos outros meios ao demonstrar um rosto que muda de feição (alegre ou triste) em função da quantidade de smiley tweets 🙂 ou frowny tweets 😦 encontrados no twitter:

Olha a campanha de TV para entender melhor:

Página do medidor: http://www.jellopuddingface.com/

Fonte: http://migre.me/5qBST 

Os números de 2010 (by wordpress)

Os duendes das estatísticas do WordPress.com analisaram o desempenho deste blog em 2010 e apresentam-lhe aqui um resumo de alto nível da saúde do seu blog:

Healthy blog!

O Blog-Health-o-Meter™ indica: Este blog está em brasa!.

Números apetitosos

Imagem de destaque

Um Boeing 747-400 transporta 416 passageiros. Este blog foi visitado cerca de 4,200 vezes em 2010. Ou seja, cerca de 10 747s cheios.

 

Em 2010, escreveu 60 novo artigo, aumentando o arquivo total do seu blog para 75 artigos. Fez upload de 55 imagens, ocupando um total de 13mb. Isso equivale a cerca de 1 imagens por semana.

O seu dia mais activo do ano foi 25 de novembro com 86 visitas. O artigo mais popular desse dia foi RJ: Caixas que faziam parte de ação promocional da Procter & Gamble são explodidas pela polícia por suspeita de bomba.

De onde vieram?

Os sites que mais tráfego lhe enviaram em 2010 foram twitter.com, google.com.br, facebook.com, mail.live.com e orkut.com.br

Alguns visitantes vieram dos motores de busca, sobretudo por banksy, eduardo kobra, saci urbano, pedra do tempo e exposição zezão

Atracções em 2010

Estes são os artigos e páginas mais visitados em 2010.

1

RJ: Caixas que faziam parte de ação promocional da Procter & Gamble são explodidas pela polícia por suspeita de bomba novembro, 2010

2

Banksy novembro, 2009
1 comentário

3

Edifício São Vito começa a ser demolido setembro, 2010
2 comentários

4

Aparições de Saci nos muros de SP – Thiago Vaz agosto, 2010
4 comentários

5

Grafite muda a cara de SP. dezembro, 2009

Campanha samsung 3D Chile

Para mostrar o 3d de suas tvs, olha o que a Samsung criou no Chile:

Fonte Blue Bus: http://migre.me/2voI0

Essa é uma campanha cuja “sacada” é arrebatadora, contudo as projeções que eles fazem na Europa para promover o produto são sensacionais, tem vários no youtube, selecionei um:

Se gostou desse, jogue “samsung 3d” no Youtube que tem mais. Agora, se quer ver as melhores projeções de todos os tempos é só rever o post abaixo do MG: https://midiageografica.wordpress.com/2010/10/25/projecoes-sensacionais-orloj-cristo-redentor/

Outro dia um adolescente me perguntou como era antes do telefone celular, digo como as pessoas se falavam… Para aqueles que estão perto da idade de Cristo como eu (com uma margenzinha né!) parece que nascemos no período jurássico quando olhamos sobre o prisma da ampla difusão dos meios de comunicação no cotidiano. Antes eram décadas para um veículo de comunicação se difundir ou sobrepor a outro. Com a abertura de mercado e as demais mudanças observadas nas décadas de 90 em diante “ficou pra trás” uma produção publicitária marcada pelo aspecto humano, artesanal.
Um ótimo exemplo da produção publicitária antes dos anos 90 pode ser verificada na produção do ilustrador gaúcho José Luiz Benicio (http://www.benicioilustrador.com.br), vou poupar as palavras e mostrar alguma coisa da produção desse “ilustre ilustrador” que produzia em pincel e guache:

Saltibancos

"Elke Maravilha contra o Homem Atômico" nooooossa... esse é ótimo !!!

Inspiração e as duas primeiras ilustrações são do blog: http://observarte.zip.net

Fonte: Clube da Criação

O diretor de arte brasileiro Felipe Cury, que trabalha em uma agência de Munique (aqui), foi à Hannover, a convite do Google, para pintar três carros, ao lado de outro diretor de arte brasileiro (não recebemos seu nome!), de duas diretoras de arte alemãs, uma libanesa e uma romena. A iniciativa integra o projeto de implantação do serviço Google Street View na Alemanha.

Os carros ficaram expostos por uma semana em uma feira de tecnologia chamada CeBIT e agora vão circular pelas ruas, normalmente, a serviço da gigante de buscas.

O projeto de “decoração” dos carros teve o apoio da Miami Ad School de Hamburgo.

Por hora, veja como ficaram os carros aqui .

O Google Street View, que já rola em países como França e Inglaterra, gera alguma resistência entre os alemães, que temem ter sua privacidade invadida. Centenas deles já se manifestaram por meio de emails e cartas à empresa, dizendo não querer que suas casas apareçam na web. Tal qual acontece em outros países, o Street View deverá “embaçar” rostos e placas de carros. Veja vídeo sobre a polêmica aqui.

Link para espiar o Street View na Alemanha: http://maps.google.de/intl/de/help/maps/streetview/

%d blogueiros gostam disto: